O que é design e o que é designer!

Já escutei algumas vezes pessoas confundindo o significado de “design” e “designer”. Então para esclarecer isso recorri a Wikipedia. E lá encontrei os significados abaixo para esclarecer essa questão de um vez.

“Denomina-se design qualquer processo técnico e criativo relacionado à configuração, concepção, elaboração e especificação de um artefato. Esse processo normalmente é orientado por uma intenção ou objetivo, ou para a solução de um problema. Exemplos de coisas que se podem projetar incluem muitos tipos de objetos, como utensílios domésticos, vestimentas, máquinas, ambientes, e também imagens, como em peças gráficas, famílias de letras, livros e interfaces digitais de softwares ou de páginas da internet, entre outros.”
“O designer é o profissional habilitado a efetuar atividades relacionadas ao design. Normalmente o termo se refere ao desenhista industrial, habilitado em programação visual e projeto de produto, uma série de tipos diferentes de designers e ainda de projetista (termo genérico para quem projeta).”

Ou seja designer é o profissional. E design é um objeto ou atividade. Você contrata um designer para fazer um trabalho de design para sua empresa.

Veja abaixo uma matéria onde o jornalista matou o Design Gráfico.

Você pode encontrar seu novo emprego no Twitter

Está procurando emprego? Que tal começar essa busca pelo Twitter?

Segundo a revista Você S/A as empresas estão utilizando o Twitter para anunciar vagas de trabalho. Segunda a revista, o twitter é hoje uma boa ferramentas para  medir em tempo real a resposta dos interessados nas vagas divulgadas. O site de recrutamento Elancers, por exemplo, já divulgou 2 237 vagas desde maio do ano passado, que resultaram em 3.139 processos seletivos e 29 contratações pelo Twitter.

Siga a Jota Design no Twitter. @jota_juribas 

Novo design do CasamentoCuritiba.com.br

O portal Casamento Curitiba tem novo layout e agora os anunciantes tem a possibilidade de divulgar seus serviços e produtos em  hotsites.
A Jota Design foi a responsável pelo redesign e também pelo sistema de gerenciamento que agora permite que o próprio anunciante insira seu anuncio no portal.
Conheça aqui o portal CasamentoCuritiba.com.br

Lojas on-line que você não deve comprar

A e-bit divulgou uma lista negra de lojas on-line que não respeitam o consumidor e que não tem práticas comerciais confiáveis. A e-bit tem um serviço gratuito oferecido aos internautas, que disponibiliza informações das avaliações das lojas on-line.

Veja abaixo a lista das empresas com práticas comerciais não-confiáveis e, por isso, NÃO recomendamos a compra ou aquisição de produtos nas empresas listadas abaixo.

anperfumes.com.br
araxamagazine.com.br
asrnet.com.br
baurushop.com.br
campinfo.com.br
cartuchocdc.com.br
cucadoida.com.br
digitalPlay.com.br
digitalpremium.com.br
eletrosampa.com.br
fatordigital.net
ibuster.com.br
iguassushop.com.br
kalifashop.com.br
kmisetas.com.br
lojadascanecas.com.br
lovemania.com.br
maxelInfoshop.com.br
meganutri.com.br
memorycardusa.com.br
mercadodelivros.com.br
microsigol.com.br
mobishop.com.br
noshop.com.br
novatecinf.com.br
ofertadigital.com.br
olugarcerto.com.br
perfumesreal.com.br
remedioemagrecer.com
rotiroti.com.br
sbsmotos.com.br
shopenterprise.com.br
tedaimportados.com.br
uke.com.br
viadecompra.com.br
viaeletro.com.br
vibemalabares.com
virtualrubs.com.br

Empresa aérea bane Flash de seu site por causa do iPhone

A empresa aérea Virgin America disponibilizou uma nova versão de seu site, substituindo a tecnologia Flash por HTML. Em uma declaração ao The Register, o CIO da empresa, Ravi Simhambhatla, confirmou que a iniciativa tem como motivo o iPhone. Segundo ele, o objetivo da companhia é atingir todas as plataformas, o que não acontece com o uso de Flash.

O site da empresa permite que os usuários de smartphones, como os da Apple, façam o check in com o uso de cartões de embarque eletrônicos, que dispensam o documento impresso. Basta mostrar a tela do celular.

Apple e Adobe têm trocado farpas nos últimos meses por conta da ausência do suporte ao Flash no iPhone. Em fevereiro, Steve Jobs, principal executivo da Apple, afirmou que “a Adobe é preguiçosa”, por não desenvolver uma solução para o caso, além de dizer que “a bateria do iPad não passaria de 1,5 hora se o Flash estivesse habilitado”.

No ano passado, a Adobe jogou a culpa na Apple, dizendo que a empresa restringe o uso de tecnologias exigidas por produtos como o Flash Player. “Até que a Apple acabe com essas restrições, a Adobe não pode fornecer o Flash Player para o iPhone ou iPod touch.”

Fonte: IMasters